TRANSA PERIGOSA


Mais uma transa da minha mulher e seu amante.

Todas as que já haviam acontecidas, foram em motéis, mas a que contarei agora, foi diferente e em local, digamos público.

Era de noite. Eu, minha mulher e o Sergio, fomos em um bar para beliscarmos um aperitivo e bebermos. Nem um de nós, é de beber muito, apenas o normal, mas nesse dia, minha mulher resolveu tomar caipirinha de vinho, bebida que ela adora. Provavelmente ela estava pretendendo algo, mas não falou nada. Minha esposa tomou 3 caipirinhas e ficou bem alegrinha.

Depois de umas duas horas no bar, saímos e ficamos dando voltas na cidade. Eu dirigia, minha esposa ao meu lado e o Sergio no banco traseiro. Por sugestão da minha mulher, me dirigi até a BR. Como o movimento da estrada estava relativamente fraco e a escuridão, a safada da minha mulher pulou para o banco de trás, para ficar junto com o Sergio. Aí a coisa começo à esquentar. Os dois se beijavam e se amassavam. Em poucos minutos, percebi que a ordinária da minha mulher, estava abrindo a calça do Sergio, tirando seu pau pra fora e começou a chupa-lo. Eu só ouvia o barulho das chupadas e o Sergio gemer.

Minha mulher estava de saia, assim a safada só tirou a calcinha e foi se ajeitando no colo do Sergio.

Eu quase nem conseguia dirigir, de tanto tesão em ouvir os sons no banco de trás e sabendo o que acontecia, mesmo sendo bastante escuro, clareando com a passagem dos carros por nós.

Minha esposa cravou o cacetão do Sergio em sua buceta e ficou cavalgando nele. Os dois não paravam de gemer, principalmente minha mulher, pelo fato do pau do Sergio ser grande. Acho que andamos mais de 40 kms, onde os dois só fodendo.

Em certa altura, já no auge da trepada, minha mulher gozou a 1ª vez. Nem 3 minutos depois, veio o 2º gozo dela. O Sergio só metendo e judiando da buceta dela.

Quando minha mulher disse ao Sergio, que era para ele gozar dentro da buceta, tentei a todo custo encontrar um local mais seguro para parar o carro. Fiquei a uns 300 mts de um posto de combustível, debaixo de algumas árvores.

Deixei o carro ligado mesmo, para uma eventual saída rápida. Liguei a luzinha interna do carro, assim podia visualizar melhor. Mesmo com pouco espaço, minha mulher cavalgava forte no cacetão do Sergio. Ele, aproveitava a posição favorável que tinha, enfiando um dedo no rabinho da safada. Assim ela gemia mais ainda. Foi no momento que o Sergio meteu dois dedos no cuzinho e minha esposa atolou de vez o pau na buceta, foi que que o Sergio começou a gozar dentro da buceta. Eu fiquei maluco de tesão, por saber que a buceta da minha mulher ficaria cheia de porra.

Eu olhava pros lados para me certificar que estava tudo bem, mas não queria perder de ver quando o pau do Sergio saísse pra fora.

Minha esposa havia deixado sua própria calcinha para limpar, se necessário. Quando o cacetão já mole foi saindo de dentro da buceta toda gozada, saiu também uma boa quantidade de porra, deixando a buceta toda melada e esbranquiçada.

Refeito um pouco do cansaço, ela usou a calcinha para se limpar. Assim que ela sentou, em menos de meio minuto, a safada fez questão de mostrar ao Sergio e principalmente pra mim, mais um tanto de porra que estava dentro da buceta e escorreu pra fora. Atitude de puta mesmo, mas muito excitante.

Na volta pra casa, pedi ao Sergio que voltasse dirigindo. Aí foi minha vez de ter minha recompensa. Minha mulher ficou chupando meu pau, até eu gozar na boca dela. Meu tesão era tanto, que os jatos que soltei por primeiro atingiram a garganta dela, que minha esposa se engasgou, fazendo aquele barulho típico de boca cheia de porra.

Foi uma foda muito boa e diferente, que valeu à pena o risco que corremos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s