Esposa transando em casa


Nessa vez, serei mais direto no assunto.

Na sexta-feira, dia 11, minha mulher me disse que o Sergio estava em nossa cidade e que voltaria pra casa no sábado à tarde. Ela queria saber que podia convida-lo para almoçar na nossa casa nesse mesmo dia. Confirmei, apenas disse que eu deveria chegar por volta das 11:00, e pra ela recepciona-lo bem, até que eu voltasse. Nem precisava dizer isso, porque com certeza ela faria muito bem. Nesse dia, nossas filhas estavam na casa das amiguinhas.

Cheguei um pouco passado das 11:00. Entrei fazendo o barulho normal de abrir porta. Os dois estavam no sofá da sala, só que não sentados apenas conversando, mas já nas preliminares. O Sergio estava sentado no sofá, com as calças abaixo dos joelhos e a ordinária da minha mulher estava chupando o pau dele. Ela estava usando um shorts de cotton bem justo, deixando a papada da bunda pra fora. Puta que pariu…… Não perderam tempo e aproveitaram para começar a festa antes da minha chegada.

Minha putinha chupava com gosto o cacetão do Sergio, até que ela resolveu tirar o shorts. Nem calcinha a safada estava usando.

O Sergio permaneceu na mesma posição e minha esposa ficando de costas pra ele, foi encaixando o cacetão na buceta, até enterrar tudo. Eu já estava pelado e de pau duto. Fui na frente da minha mulher e dei meu pau pra ela chupar. Como chupava e babava, em quanto ela tinha a buceta invadida pelo pau do Sergio. Depois dela me chupar um pouco, pedi para minha esposa se encostar no Sergio, ficando com as pernas dobradas sobre o sofá, assim ficou toda arreganhada. Me posicionei na frente, entre as pernas dela, para tentar por meu pau na buceta junto com o pau do Sergio. Por estarmos em nossa casa, ela não podia gemer alto, muito menos gritar, para que nem um vizinho pudesse escutar. Quando meu pau entrou na buceta, o espaço ficou super apertado. Agora eram dois paus num só lugar. Ela gemia baixinho e dizia que não estava aguentando os dois na buceta.

Como eu já estava praticamente gozando, tirei e ofereci para ela chupar. Gozei na boca, rosto e seios dela. Agora só restava o cacetão na buceta. Minha esposa estava de deliciando em receber as metidas no fundo, tanto que em menos de 3 minutos gozou.

Quando o Sergio avisou que também gozaria, minha esposa pulou de cima dele, caindo de boca no pau. Além dela sentir seu próprio gosto, recebeu a gozada na boca e engoliu tudo.

Uma hora depois, almoçamos. Havia se passado umas duas horas e restava ainda uma hora para o Sergio permanecer com a gente. Minha esposa, puta safada, quis aproveitar o máximo a presença do Sergio. Resolveu atiçar e deixa-lo de pau duto novamente. Deu uma boa chupada, deu a buceta por uns 15 minutos, gozando 2 vezes. Aí para fechar com chave de ouro, foi em nosso quarto pegar o lubrificante. Ela mesmo passou no cacetão do Sergio e no seu próprio cú, ficando pronta para levar pau.

A ordinária ficou de 4 ajoelhada no sofá e o Sergio começou a enfiar seu cacetão do rabo da safada. Ela gemia muito, mas baixinho. Eu via de perto o pau entrar em sair, ficando todo preenchido de nervo. O Sergio fodeu a safada com força, fazendo minha esposa gozar mais duas vezes com o pau na bunda. Dessa vez, o Sergio gozou no cú, bem pertinho da saída. Quando o pau escapou, saiu junto um pouco de porra.

Agora não restava mais nada, a não ser esperar o horário do Sergio ir embora e nós irmos descansar um pouco, principalmente minha esposa, que havia gozado 5 vezes e estava acabada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s