Novo Menage


Olá.

Agora não vou entrar em detalhes e vou direto ao assunto

Dois dias após a transa ” sofrida ” da minha esposa, onde ela teve a experiência de transar com o Bimbo, um angolano super pauzudo, mesmo com algumas restrições dela, acabamos saindo mais uma vez os 4 juntos.

Repetimos a lanchonete da primeira vez, só que nessa, minha esposa bebeu bastante, ficando quase de pileque, mas muito consciente do que aconteceria em seguida.

Nessa vez, eu fui dirigindo até o motel e os três foram no bando de trás. Ao chegar no motel, já podem imaginar como as coisas estavam pegando fogo.

Ao entrarmos no apto, minha esposa já estava totalmente nua. O Sergio e o Bimbo estavam com as calças abertas e os paus de fora.

Nem sequer foram tomar banho, indo diretamente para a cama enorme do apto. Minha esposa estava totalmente liberada e livre de qualquer preconceito ou vergonha. Ela falava um monte de bobagens, dizendo que nesse dia ela queria gozar bastante com os dois pauzudos. O Sergio dotado de 22 cms e grosso e o Bimbo de uns 26 e super grosso.

Minha esposa safada estava bem diferente da primeira vez, tanto que chupava um e depois o outro. No Bimbo, ela não conseguia por o pau na boca, apenas a cabeça, mesmo assim ela dava um jeito de fazer o Bimbo tremer e gemer.

O Sergio e o Bimbo revezavam em chupar a buceta da minha esposa, enquanto ela tentava chupar os seus paus.

Teve o momento que minha esposa ficou de joelhos e abaixada para chupar o pauzão do Bimbo, o Sergio se aproveitou da posição para iniciar a penetração na buceta dela por trás. Foram alguns minutos de meteção nessa posição, quando sem avisar, o Sergio tirou da buceta e começou a enfiar no cu da safada. Minha esposa soltou um grito ao sentir seu cu sendo invadido. Tanto que parou de chupar o Bimbo para se acostumar com o pau na bunda.

Minha esposa adora sexo anal e goza assim, mas a invasão foi meia forte e rápida, fazendo ela gemer alto e gritar com a invasão anal.

Passado o desconforto, foram algumas boas metidas profundas no cu da minha esposa, que em pouco tempo a safada chegou a gozar. Poucas mulheres conseguem gozar fazendo sexo anal e minha esposa adora.

Minha vontade era participar e dar meu pau para minha esposa chupar, mas preferi deixa-los só eles.

Depois da gozada, minha esposa quis montar no pauzão gigante do Bimbo. Nem sequer usou lubrificante nessa vez,, apenas foi encaixando a buceta na cabeça do pauzão do Bimbo e foi descendo, rebolando e falando um monte de palavrões, que vocês podem imaginar. Nessa vez, devido ao estado da bebida, a excitação e a vontade de aproveitar o máximo , minha esposa conseguiu fazer entrar todos os 26 cms dentro da buceta.

Caramba….. ela estava tão aberta e os lábios esticados, que com certeza não passada nem água.

— Filha da puta….. minha nossa,….. caralho. Consegui aguentar tudo na minha buceta. Puta que pariu. Minha buceta está fudida. Sinto a ponta bater lá no fundo do meu útero.

Eram as palavras dela.

O interessante veio em seguida, enquanto minha esposa rebolava, subia e descia, fazendo o super pau sair a metade e entrar tudo em sua buceta detonada, que o Sergio se aproveitou da situação de extrema excitação e luxuria da minha esposa que estava com a bunda empinada e o cuzinho exposto, que ele passou lubrificante no pau dele e se ajeitou atrás da minha esposa, para tentar por seu pau na bunda dela, tentando uma DP.

Quando minha esposa se deu conta do que estava prestes à acontecer, ela tentou alegar que não dava, que ela não suportaria dois ao mesmo tempo.

Com seu jeito de conquistador e algumas palavras carinhosas, o Sergio conseguiu convencer minha esposa a tentar e deixar.

O Bimbo que estava com seu super pau quase todo ele enterrado na buceta da minha esposa, puxou-a contra seu peito e ficou passando as mãos pelas nádegas dela, separando-as um pouco. A safada continuava alegando que não aguentaria nem entraria no cu, mas pela posição que ela se encontrava e sem demostrar convencimento de negativa, ficou com a bunda totalmente arrebitada , deixando o cuzinho que estava muito estreito devido á pressão do outro cacetão na buceta, livre para ser invadido e foi o que aconteceu.

Ela estava paradinha só esperando ser invadida por trás.

– Calma amor, vai de vagar. Tá doendo. Não tem espaço para mais cacete. Aí, ai, ai.. Cachorro. Aiiiii.

Por incrível que pareça, a pau do Sergio conseguiu entrar um pouco na bunda da minha esposa, fazendo ela gritar alto e seguido. Seus gemidos eram fortes, que pareciam de dor. Pudera…

Por sorte dela, o Sergio ficou parado com o que já havia entrado , esperando se minha esposa se acostumasse.

– – Dói amor. Parece que estou sendo rasgada. Para… um pouco, deixa quieto…. Minha nossa. Minha pobre buceta está estourada e cheia e meu pobre cuzinho também. PQP.

Uns dois minutos foram o suficiente para amenizar o sofrimento da minha esposa e ela começar a corresponder aos invasores dentro dela. Aí suas palavras eram outras, chamando-os de cachorros, putos, ordinários e outras coisas.

Estando tudo normalizado, o Sergio acabou por enterrar o resto que faltava na bunda dela, fazendo mais uma vez ela gritar e gemer, só que diferente.

Agora estava bem melhor e o clima era de pura luxuria. Minha esposa estava dando conta dos 2 paus dentro dela numa vez só. O imaginável aconteceu depois de uns 4 ou 5 minutos, quando a safada anunciou que logo gozaria, pedindo para o Sergio e o Bimbo socarem forte.

– Aiaiaiaiaiaiaiai, vou gozar, metam forte seus putos, metam, soca esses paus de cavalo, mais, mais.

– estou gozando

Tanto o Sergio e o Bimbo conseguiram acompanhar minha esposa e gozaram quase juntos. Ambos acabaram gozando dentro dela, deixando a buceta e cu cheios de porra.

Quando os paus amoleceram e saíram de dentro de cada lugar, deu pra ver o estado que ficou os dois buracos. Caracas…. estavam abertos. Da buceta, começou a escapar a porra pra fora, escorrendo na cama .

Minha esposa ficou deitada de olhos fechado, de pernas abertas e bunda pra cima, assim dava pra ver o estado que ela ficou. Depois de uns 7 minutos, ela conseguiu se levantar. Quase nem conseguia caminhar, por estar com as pernas bambas e trêmulas foi no chuveiro se lavar e tomar um bom banho merecido.

Eu havia gozado uma vez, mas pedi para minha esposa me dar uma chupada, porque eu queria gozar mais uma vez. Muito cansada ela só pediu para eu deitar na cama e ela me atendeu. Acabei gozando na boca dela, fazendo ela deixar parado na boca e depois deixar escorrer pelo pau, deixando todo babado.

Na volta pra casa, ela caiu na cama e só acordou no dia seguinte pelas 11:00 da manhã. Ela disse que ainda estava sentindo os ” buracos ” meio doloridos .

mercosuljlle@hotmail.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s