2 dias de folga na praia


Olá.

Como minha esposa estava totalmente recuperada da ” surra de pau” que ela levou a duas semanas atrás, resolvi dar-lhe como presente 2 dias na praia. Aproveitamos a ausência das nossas filhas e fomos nessa segunda-feiraFicamos hospedados em um hotel.

Á pedido da minha esposa, ela quis saber se o Sergio poderia ir passar pelo menos um dia na praia também. Eu concordei, porque já saquei o que poderia rolar.

Para não dar bandeira e possíveis conhecidos nos ver ou ver minha esposa sozinha com o Sergio, ficamos em um apto de casal e o Sergio em outro apto, no mesmo hotel.

Durante o dia, aproveitávamos a praia , principalmente minha esposa, para pegar um bronzeado.

Nossa cidade que moramos e a praia que estávamos, fica a 100 km. Na terça-feira( 13 ) o Sergio havia chegado também. Fomos na praia, almoçamos juntos e depois voltamos ao hotel. Para sermos discretos, o Sergio pegou o elevador antes e eu e minha esposa em seguida e fomos ao nosso apto. Isso era umas 14:00 horas. Pouco tempo depois, o Sergio bateu na porta. Minha esposa foi abri-la.

O Sergio ficou em nosso apto e é claro, que minha esposa não perdeu tempo em dar e receber uns amassos dele. Depois de amassos, cervejas e conversas, minha esposa começou a chupar o pau do Sergio. Ele mesmo acabou deixando minha esposa nuazinha, onde dava para ver a marca pequena do biquíni em sua bunda. Muito bonito.

Uns 20 minutos depois, lembrei que eu precisava passar no banco. Por isso não me importei de deixa-los sozinhos no quarto. Situação que eles adoraram.

Quando retornei, uns 50 minutos depois, foi o Sergio quem abriu a porta para eu entrar no quarto. Ele estava pelado, com seu pau de 22 cm, mole, mas com sinal que já haviam transado. Achei tudo normal, já que eles haviam ficado sozinhos por quase uma hora. Minha esposa estava nua deitada na cama, com as pernas abertas. A safada fez questão de pedir para eu olhar para sua buceta, que estava vermelhinha das fincadas que levou e escorrendo pra fora um pouco de porra, já que o Sergio havia gozado dentro.

Chamei-a de putinha safada e disse que queria ver mais e que eu também queria participar.

Devido ao calor, fui tomar um banho. Em seguida deitei na cama e ofereci meu pau para minha esposa chupar. Eu nunca chupei e não pretendo chupar buceta gozada, mas a mão eu uso sem problemas. O Sergio já estava se recuperando da primeira gozada e veio participar também. Ele sabe que eu gosto de ver minha esposa e ele se agarrando e transando, por isso ofereceu seu pau para minha esposa chupar. Logo deixou-o bem duro também.

Eu estava com muito tesão. por isso pedi que ela ficasse de 4 chupando o Sergio e eu comecei a meter meu pau em sua buceta que ainda estava gozada do Sergio. Não fiquei muito tempo na buceta, mas comecei a meter no rabinho da safada. Ela gemia, falava umas besteiras e chupava o pau do Sergio. A Posição que estávamos, facilitava, tanto que tirei meu pau do cu, fiz ela subir sobre o Sergio até que encaixasse o pau dele na buceta. Em seguida eu retornei e meti na bunda novamente, fazendo uma dupla penetração na safada. Com dois paus numa vez, minha esposa gemia bastante, mas de puro prazer. Como ela adora isso e já fez dp várias vezes conosco, não precisou muito tempo para ela começar a gozar. Fiquei sabendo que já era a 3ª gozada dela, porque duas vezes ela tinha gozado com o Sergio, enquanto eu estava fora.

Minha mulher é muito safada. Tanto que pediu para invertermos as posições. Eu me deitei e ela meteu meu pau na buceta. O Sergio ficou atrás e começou a por na bundinha dela. Novamente a safada gemia tipo gata, porque assim ela tinha 22 cm na bunda. O meu pau mede 17 cm.

Era uma loucura. Ela dizia um monte de besteiras e incentivava eu e o Sergio a judia-la e meter forte nela. Eu não me aguentei e acabei gozando antes deles. O Sergio que havia gozado um bom tempo antes, continuava firme, dando suas metidas, as vezes forte e profundas no cu da minha esposa. Deve ter demorado mais de 6 minutos, quando a safada gozou outra vez, agora só fazendo anal. Em seguida, foi o Sergio que despejou sua porra sobre a bunda dela.

Como já era umas 17 horas, tomamos banho e fomos dar umas caminhadas pela rua.

A noite, depois de jantarmos e bebermos um pouco, pelas 23 horas retornamos ao hotel.

Cada um pro seu apto, mas depois o Sergio foi novamente até o nosso apto, ficando lá até umas 2 da manhã. Não poderia deixar de rolar mais sexo, só que foi apenas oral, onde minha esposa nos chupou até que eu e o Sergio gozássemos na boca dela.

O Sergio foi dormir no seu apto, mas pela manhã, após tomarmos o café da manhã, ele foi até nosso quarto para se despedir. Minha esposa safada, quis se despedir com outra trepada. Ela me pediu para deixar só eles transarem. Eu fiquei só assistindo o Sergio meter muito da buceta lisinha, fazer minha esposa gozar duas vezes e pra terminar, ele comeu o cuzinho dela mais uma vez, deixando-a literalmente arrombado e gozado dentro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s