No estacionamento do Shopping


Gente ai vai mais uma das minhas histórias. Obrigada pela preferência e boa leitura.
Para quem achava que minha ficada com o professor havia acabado ali se enganou; fiquei com ele mais algumas vezes. E aos poucos vou contando as mais emocionantes.
Ficamos a primeira vez era uma quarta-feira daí na sexta-feira ele liga me convidando para irmos ao shopping tomar um sorvetinho (mal sabia eu que sorvete eu iria chupar risos) e ir ao cinema.
Não teria aula na faculdade então ficou mais fácil dos meus pais não falarem tanto. Aceitei o convite e as 20:00h escuto a buzina em frente à minha casa; era ele; meu professor tão lindo. Para quem não leu o último conto PSICOLOGIA DO SEXO; vou descrevê-lo novamente: professor André muito charmoso; inteligente; lindo; educado; cheiroso; gostoso (risos). Moreno claro; Olhos e cabelos castanhos lisos que davam um charme a ele cada vez que ele falava e passava a mão no cabelo NOSSA; 1,83m; 36 anos; Barba (meio grisalha) adoro isso nele.
Seguimos em direção ao shopping e ainda dentro do carro trocamos beijos e ele passando a mão nas minhas coxas e eu nas pernas dele. Alisava sua nuca que o deixava arrepiado. Chegando no estacionamento eu pensei. Se ele me surpreendeu dias atrás agora é minha vez; derrubei meu brinco no banco de trás de propósito e pedi pra ele pegar pra mim. Ele ainda tentou contestar e disse
– Você fica linda mesmo sem eles.
– Não mesmo por favor André pega pra mim.
Ele saiu do carro e foi para o banco de trás tentar achar meu brinco e eu pulei para o banco de trás também e puxei ele, e fui o beijando; ele ficou meio sem reação na hora mas entendeu o recado rapidinho e veio por cima de mim fechando a porta do carro; beijando o meu pescoço e já arrancando a minha blusa, voltou a sugar meus seios e eu também tirei a sua blusa, joguei ele para trás e subi em cima dele, puxei seu pau pra fora e cai de boca naquela rola gostosa, lambi toda a cabeça, esfreguei no meu rosto e comecei a chupar bem gostoso. Chupava com muita maestria (dizem que minha boca é mágica risos); chupei muito todo ele; bolas pênis deixando ele louco de prazer; de tesão até que ele disse que iria gozar e eu enfiei o pênis dele até onde deu e engoli toda esporrada dele sem deixar um pinguinho de fora.
Ele me deitou tirou meu short e começou a beijar minha bucetinha que estava muito molhada de tesão; ele chupava meu grelinho com tanto prazer; alisava; beijava enquanto alisava meus seios com uma de suas mãos. Não demorei muito também e eu gozei na boca dele. Nos beijamos ainda eu sentindo meu próprio sabor em minha boca e ele o dele.
Tentamos nos recompor para irmos ao cinema.
Será que a história continua?
Esse conto foi curto porque não iria adiantar aumenta-lo se não perderia a veracidade.
Deem suas notas. Comentem; suas criticas são importantes para meu aperfeiçoamento.
Abraços
Rebecka

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s