Com o convidado bombado e tesudo


Olá amigos, me Chamo Juan Pablo, trenho 23 anos, 1,78 de alt, 70 kg olhos e cabelos castanhos, pele branca. Hoje vou lhes contar algo que aconteceu esse ano comigo, mais precisamente em junho. Um amigo de meu irmão veio nos visitar, o nome dele é Marcelo e é um homem muito gato, moreno escândalo, musculoso, deve ter uns 1,75 de alt.
Marcelo mora em outro estado e veio passar uns dias aqui em casa, no ínicio nem olhei para ele, nem dei muita atenção, mas com o passar dos dias fui percebendo o tão gostoso ele era. Comecei a dar-lhe atenção quando meu irmão saia, ajudava ele nas tarefas do curso que ele veio fazer e conversava muito com ele. teve um domingo que fizemos uma bebedeira aqui em casa e já meio bebado, eu saí e fui para meu quarto, eu estava deitado quando entra o Marcelo e pergunta de poderia esticar o colchonete no chão e dormir um pouco, olhei para ele e disse que tudo bem.
quando estavámos deitados, eu na cama e ele no colchonete, entra meu primo e se joga em cima da cama, sarrando em mim(brincando) e falando: – Pô Marcelo, achei que tu tava enrabando o primo aqui! e deu risadas, ficou conosco um pouco conversando e tirando umas brincadeiras chatas, se esfregando em mim e pegando no pau por cima da bermuda dizendo: -Olha Pablo, tá duro… pega aqui, eu sei q tú gosta, pega aqui.( esse meu primo tem 28 anos, 5 anos mais velho q eu e qnd eramos moleques brincavamos de médico. kkk) foi qnd a namorada de meu primo ligou e ele foi embora. Voltei a ficar a sós com Marcelo e ele sem camisa, com uma bermuda tactel que marcava bem o volume delicioso que ele tem, ele começou a falar de mulheres, de namoradas, de trepadas… foi aí que eu disse: -Tú deve pegar geral lá na tua cidade. a mulherada deve sofrer nos braços do Marcelão, heim ?! e ri.
foi quando ele respondeu,: -é elas tbm sofrem! fingi q não tinha entendido e deixei passar por despercebido. ele continuou puxando o assunto “sexo”.
ele: Pablo, vi que você deu uma pegada no pau do teu primo!
eu: Foi, peguei pra ele ver que tô com fogo. kkkk
ele: lá na minha cidade tem um viadinho que sempre vai lá em casa, é amigo da minha mulher, tiro umas onda com ele de vez enquando. Adoro o boquete que o safado faz.
tentei continuar no assunto mas ele foi chamado lá para fora e saiu, me deixando com a bomba q ele jogou em minha mão, imaginando-me de joelhos boqueteando aquele macho gostoso. quando ele saiu do quarto, me tranquei e toquei uma bnheta deliciosa. quando foi no dia seguinte, a noite, estavamos eu, ele e meu irmão assistindo tv no quarto de meu irmão, foi quando notei meu irmão dormindo e comecei a entrar no assunto denovo e soutar umas indiretas para ele, eu sentado na cadeira do computador, ele deitado só de cueca boxer no chão, e meu irmao virado para a parede dormindo na cama, foi quando ele olhou para meu irmão e viu que ele se encontrava dormindo e disse: Juanzito parece que tem medo de falar, de pedir as coisas, tú tá querendo alguma coisa, maxo ?
eu de pronto respondi: quando quero algo e peço, não dou arrodeios(mentira,. sou muito tímido) quando eu tava falando isso, notei que ele estava dando uma pegada na pica e vi que ela tava ficando um pouco dura, foi quando ele sentou-se no colchonete e se esticou para ver se realmente meu irmão estava dormirndo. levando e foi em direção ao banheiro, deixando a porta aberta, foi quando ouvi ele dizer : Tem coragem Juan ?
quando olhei para a porta do banheiro, tava aquele macho delicioso pegando na jeba e puxando-a para frente e para trás. tremi um pouco, coração acelerou e com a voz tremula eu disse.: tenho!
levantei e ligeirinho fui para o banheiro, ele me sentou no vaso e tirou o cacete com as bolas pra fora, pela perna da cueca, me botou pra engolir toda aquela rola deliciosa, forçava em minha boca e bombava com qm fode uma buceta e dizia: Chupa nenem, chupa Pablinho … engole a vara do teu maxo!
eu sufocava com toda aquela pica na minha boca, punhetava e chupava a cabeça roxa de sua vara, passava a língua por todo o membro e metia as bolas na boca, quando fazia isso ele gemia e puxava meus cabelos. depois de uns 15 minutos boqueteando, ele segurou firme minha cabeça puxando de encontro ao pau dele e me inundou de porra, engoli toda a porra pois depois que ele gozou, segurou meu queixo para que eu não cuspisse, engoli e saímos do banheiro, qnd sentei na cadeira ele disse: Não, vá dormir, já é tarde e tô com sono. levantei e fui pro meu quarto me masturbar lembrando na leitada q recebera a pouco.
No outro dia ele mal falou comigo, parecia q nada tinha acontecido, esperei meu irmão dormir e fui ao quarto dele ver tv com o Marcelo, mas ele nem aí pra mim, esperei mais uma semana até ter aquela vara em mim novamente … depois conto como foi.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s